TEMPO LIVRE PRA QUE?

agosto 1, 2017 por Lobo de Ceroulas - Nenhum comentário

Quando vejo a quantidade de atividades que são oferecidas para as crianças de 2 a sei lá quantos anos fico cada dia mais espantada! Inglês a partir dos 2 anos, natação a partir dos 6 meses, berçário a partir dos 4 meses, e acrescente aí mais um punhado de outras! Não estou de maneira nenhuma desmerecendo o trabalho de diferentes profissionais que oferecem estes serviços, o problema é a combinação de todos eles!

É uma matemática bastante simples: adição pura! E isso acontece na minha casa também! Tenho 3 filhos cada qual com suas vontades e desejos de aprender isso, aquilo e aquilo outro! E nós, pais de uma outra geração onde não eram oferecidos nem a metade destes serviços, ainda mais em cidades do interior, acabamos por ficar deslumbrados com a oferta e com a qualidade, que muitas vezes, é bastante boa!

Mas quando o adulto, em geral a mãe, começa a levar e buscar infinitas vezes o filho pra lá e pra cá, começar bater aquele cansaço! Agora, imagina a criança que é carregada pra lá e pra cá e ainda fica lá e cá por, no mínimo, 1 hora! Dá pra imaginar porque a criança  fica apática, sem vontade de aprender quando cresce um pouco.

E é aí que vem a grande dificuldade: decidir pela vida do outro o que é melhor para o OUTRO! E coloque dificuldade nisso! Se já é difícil decidirmos para as nossas vidas, imagine decidir para a vida de uma criança! E nessa hora a gente quer dar de tudo, tudo que não teve e muito mais! Afinal, a psicologia já diz: os pais querem ver no filho sua versão melhorada, perfeita!

Neste ponto entram todos aqueles artigos e documentários que imploram para que os pais deem tempo livre para os filhos! Mas e aí? Pra que o tempo livre?

Eu resolvi fazer uma lista das pequenas coisas que meus filhos fazem quando estão “de papo para o ar”. São estas pequenas coisas que me mostram que essa galera adepta do tempo livre está pra lá de certa!

 

Tempo livre para:

  • arrancar casquinha de machucado;
  • coçar um bicho de pé criado;
  • observar o fogo do fogão de lenha;
  • fazer bolinhas de cuspe;
  • cavar um buraco na areia e imaginar que vai chegar na china (quem nunca fez isso na praia?);
  • explorar pequenos orifícios do corpo e sentir os seus odores (2 a 3 anos preferencialmente);
  • comer meleca;
  • delirar com a torneira do banheiro;
  • andar de bicicleta;
  • fazer comidinha de mato, água, terra e o que mais encontrar;
  • explorar o guarda roupas da mãe;
  • fazer xixi dentro dos potes de xampu (meninos são mais atraídos por esta atividade);
  • observar as estrelas e tentar conta-las;
  • puxar o papel higiênico pra ver até onde ele vai;
  • enrolar o papel higiênico depois que o esticou todo;
  • andar de costas;
  • subir e descer escadas de costas;
  • dar ração para o cachorro, bolinha por bolinha;
  • pegar uma galinha no colo e fazer dela bichinho de estimação por uma manhã;
  • se balançar na maçaneta da porta ou na porteira;
  • fazer dezenas, centenas, milhares de fotos idênticas ou não com o celular dos pais.
  • fazer vídeos com o celular dos pais;

Agora vamos fazer uma lista do que os adultos fazem quando estão de “papo para o ar”.

  • whatsapp;
  • facebook;
  • email;
  • Zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz….

Viu como as crianças são mais criativas? Merecem ou não mais tempo livre?

E as suas crianças? Fazem o que? Conta pra gente!

Um beijo da Munyke